Categorias

Apostolado da Oração

Igreja e Estado: Teorias Políticas e Relações de Poder

Igreja e Estado: Teorias Políticas e Relações de Poder

José Antônio de C. R. de Souza and Bernardo Bayona Aznar, eds., Igreja e Estado: Teorias Políticas e Relações de Poder no Tempo de Bonifácio VIII e João XXII, 1. ed., Filosofia 41 (Braga: Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia, 2016), DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518.

Mais detalhes

À venda À venda!
22,50 €

  • Igreja e Estado: Teorias Políticas e Relações de Poder no Tempo de Bonifácio VIII (1294-1303) e João XXII (1316-1334)

    Type Book
    Editor José Antônio de C. R. de Souza
    Editor Bernardo Bayona Aznar
    DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518
    Rights © 2016 Aletheia - Associação Científica e Cultural
    Series Filosofia
    Edition 1.
    Place Braga
    Publisher Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia
    ISBN 978-972-697-252-5 | 978-972-697-251-8
    Date 2016
    Series Number 41
    Language Portuguese
    # of Pages 464
    Date Added 15/04/2016, 15:26:24
    Modified 27/05/2016, 15:41:11
    Contents

    Luís Alberto De Boni, “O Pontificado de Bonifácio VIII,” pp. 3–48, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_003.

     

    Johnny Taliateli do Couto, “Antes que Houvesse Clérigos,” pp. 49–66, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_049.

     

    José Antônio de C. R. de Souza, “Tiago de Viterbo e a Plenitude do Poder Papal,” pp. 67–82, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_067.

     

    José Maria Silva Rosa, “O Rex Pacificus,” pp. 83–130, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_083.

     

    José Antônio de C. R. de Souza, “A Quaestio in Utramque Partem,” pp. 131–78, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_131.

     

    Esteban Sarasa Sánchez, “Jaime II de Aragão na Política Europeia e do Papado em seu Tempo (1291– 1327),” pp. 179–208, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_179.

     

    Armênia Maria de Souza, “O Pontificado de João XXII (1316-1334),” pp. 211–60, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_211.

     

    José Antônio de C. R. de Souza, “Luís da Baviera de Wittelsbach e o Decreto Cunctos Populos de Deposição do Papa João XXII,” pp. 261–304, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_261.

     

    Bernardo Bayona Aznar, “O Tratado sobre o Governo Temporal, de Francisco de Mayronis O. Min.,” pp. 305–42, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_305.

     

    Bernardo Bayona Aznar, “A Confutação de Guido Terrena O. Carm. a Marsílio de Pádua,” pp. 343–96, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_343.

     

    José Jivaldo Lima, “O Opúsculo De Potestate Ecclesiae,” pp. 397–428, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972518_397.

    Tags:

    • History of Philosophy
    • Medieval Philosophy
    • papacy
    • State and Church Relations

    Summary:

    • Os quarenta anos que medeiam entre a eleição ao Papado de Bonifácio VIII (1294) e a morte de João XXII (1334) assistiram ao maior debate sobre teoria política na Idade Média. De um lado os defensores da plenitude de poder do papa; de outro, os propositores da autonomia do poder laico ante o eclesiástico.
      Durante o século XX, uma plêiade de estudiosos publicou os textos mais importantes produzidos naquela época, muitos dos quais, mais tarde, foram logo traduzidos para línguas modernas. Entrementes, alguns autores anónimos ou menos conhecidos ficaram no olvido. Por causa da sua influência nas mencionadas obras, este livro apresenta histórica e contextualizadamente um bom número desses textos.

      Luís Alberto de Boni