Categorias

Apostolado da Oração

Pesquisa

Uma Análise do Argumento a Favor do Princípio da Relatividade

Uma Análise do Argumento a Favor do Princípio da Relatividade

Ricardo Tavares da Silva, “Uma Análise do Argumento a Favor do Princípio da Relatividade,” in The Insides of Nature: Causality and Conceptions of Nature, ed. Álvaro Balsas and Bruno Nobre, Axioma Studies in Philosophy of Nature and in Philosophy and History of Science 4 (Braga: Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia, 2020), 125–58, https://doi.org/10.17990/Axistudies/2020_04_125.

Mais detalhes

À venda À venda!
10,00 €

300400125

Disponível apenas on-line

Uma Análise do Argumento a Favor do Princípio da Relatividade

Type Book Section
Editor Álvaro Balsas
Editor Bruno Nobre
Author Ricardo Tavares da Silva
URL https://doi.org/10.17990/Axistudies/2020_04_125
Rights © 2020 Aletheia - Associação Científica e Cultural
Series Axioma Studies in Philosophy of Nature and in Philosophy and History of Science
Place Braga
Publisher Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia
Pages 125-158
ISBN 978-972-697-319-5
Date 2020
Series Number 4
Language Portuguese
Abstract According to the principle of special relativity, the laws of nature are the same for systems at rest and for systems in uniform and rectilinear motion: for the formulation of the laws of nature, the body C and the body C´, which, relative to the former, is in uniform and rectilinear motion, are equivalent. Galileo, in the Dialogue on the Two Greatest Systems of the World, developed the following argument in favor of such a principle: two bodies C and C´, which are in uniform and rectilinear motion in relation to a third body C´´, with the same direction and speed, are at rest in relation to one another; therefore, what is applicable to rest, is applicable to uniform and rectilinear motion. Einstein, in On the Influence of Gravity in the Propagation of Light, generalizes the principle of relativity: all reference bodies C, C´, etc., are equivalent for the formulation of the laws of nature, whatever their state of motion is. The argument is analogous to that of Galileo: two bodies in free fall are at rest in relation to each other; therefore, what is applicable to rest, is applicable to constant acceleration. I argue that those arguments are invalid: to say that rest is shared motion does not mean that rest is, simply, movement. Therefore, one can only conclude that the laws of nature are the same for systems at rest and for systems with shared motion.
Book Title The Insides of Nature: Causality and Conceptions of Nature
Date Added 6/4/2020, 3:08:33 PM
Modified 6/4/2020, 3:49:54 PM

Tags:

  • begging the question,
  • Einstein,
  • Galileu,
  • History of Science
  • inertia,
  • metaphysics
  • Philosophy of Nature
  • Philosophy of Physics
  • philosophy of science
  • principle of relativity

Notes:

  • Aristóteles. Metafísica. Traducción de Tomaz Calvo Martínez. Madrid: Biblioteca Clásica Gredos, 1994
    Aristóteles. Física. Traducción de Guillermo Echandía. Madrid: Biblioteca Clásica Gredos, 1995
    Aristóteles. Sobre a Geração e a Corrupção – Obras Completas. Tradução de Francisco Chorão. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2009
    Assis, A. K. T., Pessoa Jr., Osvaldo. “Erwin Schrödinger e o Princípio de Mach.” Cad. Hist. Fil. Ci., Série 3, v. 11, n. 2 (2001): 131-152.
    Balibar, Françoise. Einstein: Uma Leitura de Galileu e Newton. Tradução de Arlindo Castanho. Lisboa: Edições 70, 1988.
    Bodnar, Istvan, “Aristotle’s Natural Philosophy”, The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Spring 2018 Edition), Edward N. Zalta (ed.), URL = <https://plato.stanford.edu/archives/spr2018/entries/aristotle-natphil/>.
    Copérnico, Nicolau. “As Revoluções dos Orbes Celestes”. In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 25-406. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.
    Descartes, René. Princípios de Filosofia. Tradução de João Gama. Lisboa: Edições 70, 2006.
    Einstein, Albert. “Sobre a Electrodinâmica dos Corpos em Movimento”. In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 1185-1208. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.
    Einstein, Albert. “Da Influência da Gravidade na Propagação da Luz”. In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 1211-1218. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.
    Einstein, Albert. Relativity – The Special and General Theory. Translated by Robert W. Lawson. New York: PI Press, 2005.
    Einstein, Albert. A Teoria da Relatividade Especial e Geral. Tradução de Carlos Pereira. Rio de Janeiro: Contraponto, 1999
    Einstein, Albert.“Os Fundamentos da Teoria da Relatividade Geral”. In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 1219-1265. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.
    Einstein, Albert. “Considerações Cosmológicas Acerca da Teoria da Relatividade Geral”. In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 1271-1280. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.
    Einstein, Albert. Ether and the Theory of Relativity. University of Leiden, 1920. Texto da conferência disponível em http://www-history.mcs.st-andrews.ac.uk/Extras/Einstein_ether.html (último acesso a 26/09/2019)
    Einstein, Albert. O Significado da Relatividade. Tradução de Mário Silva. Lisboa: Gradiva, 2003.
    Galilei, Galileu. Diálogo Sobre os Dois Máximos Sistemas do Mundo. Tradução de Pablo Mariconda. São Paulo: Editora 34, 2011.
    Galilei, Galileu. “Diálogo Sobre as Duas Novas Ciências.” In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 415-642. Tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores, 2012.
    Hawking, Stephen. Aos Ombros de Gigantes. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.
    Lorentz, H. A., Einstein, A., Minkowski, H.. O Princípio da Relatividade. Tradução de Mário Saraiva. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian (6.ª edição), 2014.
    Losee, John. Introdução Histórica à Filosofia da Ciência. Tradução de Carlos Lains, Lisboa: Terramar, 1998.
    Mach, Ernst. The Science of Mechanics. Translated by Thomas McCormack. Chicago: The Open Court Publishing, 1919.
    Maxwell, James. “On Action at a Distance.” Tradução de Alexandre C. Tort, Alexander M. Cunha e A.K.T. Assis. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 26, n. 3 (2014): 273 – 282
    Maxwell, James. A Treatise on Electricity and Magnetism. Oxford: Clarendon Press, 1873.
    Newton, Isaac. “Princípios Matemáticos de Filosofia Natural”. In Aos Ombros de Gigantes, edited by Stephen Hawking, 747-1179. Coordenação de Carlos Fiolhais e tradução de Heloísa Rocha e Lis Moriconi e adaptação para português europeu de Carlos Fiolhais, Décio Ruivo e Orlando Oliveira. Alfragide: Texto Editores (4.ª edição), 2014.

Carrinho  

Sem produtos

Envio 0,00 €
Total 0,00 €

Carrinho Encomendar

PayPal

Pesquisa