Categorias

Apostolado da Oração

Pesquisa

Adoecimentos e afastamentos do trabalho: estudo com trabalhadores bancários brasileiros

Adoecimentos e afastamentos do trabalho: estudo com trabalhadores bancários brasileiros

Juliana Fortes and Vera Navarro, “Adoecimentos e afastamentos do trabalho: estudo com trabalhadores bancários brasileiros,” in Psicologia do Trabalho e das Organizações: Contributos, ed. Fátima Lobo (Braga: Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia, 2016), 165–80, DOI 10.17990/Axi/2016_9789726972556_165

Mais detalhes

À venda À venda!
10,00 €

9789726972556_165

Disponível apenas on-line

  • Adoecimentos e afastamentos do trabalho: estudo com trabalhadores bancários brasileiros

    Type Book Section
    Editor Fátima Lobo
    Author Juliana Fortes
    Author Vera Navarro
    URL http://dx.doi.org/10.17990/Axi/2016_9789726972556_165
    Rights © 2016 Aletheia - Associação Científica e Cultural
    Place Braga
    Publisher Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia
    Pages 165-180
    ISBN 978-972-697-255-6
    Date 2016
    Language Portuguese
    Abstract In recent decades, the Brazilian banking industry has gone through an intense process of transformation and has held leadership positions in the incorporation of new technologies and organizational innovations. The production restructuring experienced by the sector aimed to adjust it to new forms of capitalist accumulation. The intense computerization of banking work, combined with other structural changes in the industry, which affected not only the nature of products, but also the very behavior of markets, resulted in significant changes in working conditions and, consequently, in workers’ health. This study is being presently conducted on bank workers who have temporarily or permanently taken sick leaves due to work-related health conditions in order to learn about the implications resulting from such events, both to their work and to their lives outside of work. This qualitative study, which is grounded on dialectical and historical materialism, was carried out on bank employees in the city of Uberaba-MG/ Brazil. The contact with the workers was mediated by the bank employees’ labor union. Altogether, 15 semi-structured interviews were conducted and recorded. The data obtained from the interviews revealed that bank employees are continuously subjected to the flexibilization of labor relations (staff outsourcing and turnover), workplace harassment and abusive sale targets, which have been appointed by the workers themselves as the leading cause of mental and physical distress and work-pace intensification. The preliminary analysis of the data in light of the theoretical approach adopted has allowed us to relate the conditions and the organization of bank work with physical and mental illnesses in such workers which eventually remove them from employment.
    Book Title Psicologia do Trabalho e das Organizações: Contributos
    Date Added 28/06/2016, 15:31:26
    Modified 28/06/2016, 15:50:17

    Notes:

    • Alves, G. (2013). Dimensões da precarização do trabalho: Ensaios de Sociologia do Trabalho (1ª ed.). São Paulo: Projeto Editorial Praxis.
      Antunes, R. (2008). As formas de padecimento no trabalho. Saúde e Sociedade, 17(4).   
      Barreto, M. & Heloani, R. (2013). Assédio laboral e as questões contemporâneas à saúde do trabalhador. In: E. A. de S. Lourenço & V. L. Navarro (Org.). O avesso do trabalho III (Vol. 1, 107-123). São Paulo: Expressão Popular.
      Carvalho, M. C. J. de & Mendes, E. A. (2012). As implicações das novas formas de gestão na saúde do trabalhador: o que o assédio moral tem a ver com isso? In: E. A. de S. Lourenço, V. L. Navarro, R. Lara, & J. R. Inácio (Org). Saúde do Trabalhador - desafios para a seguridade social e o movimento sindical (Vol. 1, 269-279). São Paulo: Cultura Acadêmica.
      Contraf-CUT. (2013). Valeu bancários! Dupla vitória: aumento real pelo 10° ano seguido e adiamento do PL da terceirização. Revista dos bancários (ed. especial, novembro/dezembro), 58 p.  
      Dal Rosso, S. (2008). Mais trabalho: a intensificação do labor na sociedade contemporânea. São Paulo: Boitempo.
      Dataprev. (2013). Quantidade de acidentes do trabalho, por situação de registro e motivo, segundo o Setor de Atividade Econômica – 2010/2012. Recuperado em 10 dezembro, 2013, de http//www.previdencia.gov.br/wp-content/uploads/2013/.../31-07.xls
      Dejours, C. (2007). Prefácio. In: Mendes, A.M. (Org.). Psicodinâmica do Trabalho: teoria, métodos e pesquisas (19-22). São Paulo: Casa do Psicólogo.
      Finazzi-Santos, M. A. (2009). Patologia da solidão: o suicídio de bancário no contexto da nova organização do trabalho. Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil.
      Freitas, M. E., Heloani, R. & Barreto, M. (2008). Assédio moral no trabalho. São Paulo: Cengage Learnig.
      Lei 8.213 de 24 de julho 1991 (1991). Art. 93. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Brasília, DF. Recuperado em 11 julho, 2014, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8213cons.htm
      Paparelli, R. (2012). Doença mental é drama na rotina dos bancários. São Paulo. Recuperado em 27 outubro, 2014, de http://www.spbancarios.com.br/Noticias.aspx?id=2841
      Previtale, W. (2011). [Carta], São Paulo [para] Hauschild, M. L., Brasília. 12f. Solicita maior transparência por parte do INSS referente ao adoecimento e afastamento dos trabalhadores bancários.
      Selegrin, E. F. R. (2013). Experiências da precarização e precariedade do trabalho bancário: um enfoque sobre as narrativas de vida e trabalho do antigo e do novo bancário do Bradesco. Dissertação de mestrado, Universidade Estadual Paulista, Marília, SP, Brasil.
      Silva, J. A. R. O. S. (2013). A flexibilização da jornada de trabalho e seus reflexos na saúde do trabalhador. In: E. A. de S. Lourenço; V. L. Navarro (Org.). O avesso do trabalho III (Vol. 1, 107-123). São Paulo: Expressão Popular.
      Silva, J. L. & Navarro, V. L. (2012). Organização do trabalho e saúde de trabalhadores bancários. Revista Latinoamericana de Enfermagem, 20(2).

Carrinho  

Sem produtos

Envio 0,00 €
Total 0,00 €

Carrinho Encomendar

PayPal

Pesquisa